• denuncias
  • peticionamento
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
    • mpt2017
    • seminario-pcd

    • professor
    • Sindicato empregados comércio MPT fraude

    • MPT-alagoas-oficial
    • Jornalistas alagoanos são os grandes vencedores do Prêmio MPT de Jornalismo 2017
    • Subprocuradora-geral do Trabalho reforça inclusão de pessoas com deficiência durante seminário promovido pela Câmara
    • Após mediação do MPT/AL, estabelecimentos e professores da rede particular de ensino firmam convenção coletiva de trabalho
    • Justiça acata pedido do MPT e suspende eleição do Sindicato dos Empregados no Comércio
    • A pedido do MPT/AL, TST mantém condenação de farmácia por revista de funcionários diante de clientes

    Jornalistas alagoanos são os grandes vencedores do Prêmio MPT de Jornalismo 2017

    Foram premiadas 34 reportagens de destaque no combate às irregularidades trabalhistas

    Brasília – Quatro jornalistas de Alagoas foram destaque do Prêmio MPT de Jornalismo 2017 realizado, na quinta-feira (17), em Brasília, na sede da Procuradoria-Geral do Trabalho. O órgão ministerial premiou 34 trabalhos, entre os mais de 400 inscritos de todo o país, que abordaram o tema direito trabalhista.

    Imprimir

    Subprocuradora-geral do Trabalho reforça inclusão de pessoas com deficiência durante seminário promovido pela Câmara

    Maria Aparecida Gugel afirmou que trabalhador com deficiência precisa receber a qualificação e ambiente necessários para exercer atividades de forma saudável, sem discriminação; Procurador-chefe do MPT em Alagoas destacou importância de fundadores da Adefal

    Maceió/AL – A subprocuradora-geral do Trabalho, Maria Aparecida Gugel, e o procurador-chefe do Trabalho em Alagoas, Rafael Gazzaneo, representaram o Ministério Público do Trabalho (MPT), na última sexta-feira, 18, durante o seminário que debateu, em Maceió, os avanços da Lei Brasileira de Inclusão (LBI) e a Lei de Cotas. O evento, realizado no Hotel Ponta Verde, foi organizado pela comissão da Câmara dos Deputados que trata da defesa das pessoas com deficiência.

    Imprimir

    Após mediação do MPT/AL, estabelecimentos e professores da rede particular de ensino superior firmam convenção coletiva de trabalho

    Ministério Público do Trabalho em Alagoas facilitou conciliação entre categorias patronal e obreira, garantindo reajuste salarial de 5% para professores, com retroativo a março

    Maceió/AL - Com mediação do Ministério Público do Trabalho, o Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado de Alagoas (SINEPE) e o Sindicato dos Professores de Alagoas (Sinpro/AL) firmaram convenção coletiva de trabalho, garantindo o reajuste salarial de 5% dos docentes do ensino superior. O pagamento do acréscimo será retroativo a março, mês da data-base da categoria.

    Imprimir

    Justiça acata pedido do MPT e suspende eleição do Sindicato dos Empregados no Comércio

    Justiça suspendeu eleição marcada para o próximo dia 18, após o MPT comprovar sérias irregularidades no processo eleitoral da diretoria por vários anos

    Maceió/AL – A 8ª Vara do Trabalho de Maceió atendeu o pedido de liminar incidental proposto pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) ao suspender a eleição para o Sindicato dos Empregados no Comércio de Alagoas, marcada para o dia 18 de agosto. O MPT denunciou ao judiciário trabalhista, por meio de ação civil pública, que os processos eleitorais para a escolha da diretoria do sindicato tiveram indícios de fraude por muitos anos.

    Imprimir

    A pedido do MPT/AL, TST mantém condenação de farmácia por revista de funcionários diante de clientes

    MPT/AL ajuizou ação civil pública para garantir proteção à intimidade, honra, imagem e dignidade dos empregados, que foram vítimas do abuso do poder diretivo

    Maceió/AL  Favorável à posição do Ministério Público do Trabalho em Alagoas (MPT/AL), o Tribunal Superior do Trabalho (TST) manteve a decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 19ª Região, que condenou a empresa Drogaria Guararapes Brasil S.A. por realizar revista de seus funcionários na frente de clientes.

    Imprimir

    • banner pcdlegal
    • banner abnt
    • banner corrupcao
    • banner mptambiental
    • banner transparencia
    • banner radio
    • banner videos
    • banner podcast
    • banner trabalholegal
    • Portal de Direitos Coletivos