• Informe-se
  • Notícias do MPT/AL
  • MPT acompanha condições de trabalho de profissionais da saúde em Alagoas durante pandemia de coronavírus

MPT acompanha condições de trabalho de profissionais da saúde em Alagoas durante pandemia de coronavírus

Coordenadoria de Defesa do Meio Ambiente do Trabalho está atenta a denúncias de médicos, odontologistas, enfermeiros e auxiliares e técnicos de enfermagem

Maceió/AL - O Ministério Público do Trabalho (MPT) em Alagoas, por meio da Coordenadoria de Defesa do Meio Ambiente do Trabalho, colocou-se à disposição dos sindicatos que representam médicos, odontologistas, enfermeiros e auxiliares e técnicos de enfermagem para receber demandas de descumprimento de proteção à saúde do trabalhador. 

Foi solicitado à cada sindicato que se faça o contato via telefone para agilizar a atuação do Ministério Público do Trabalho nesse período de pandemia de coronavírus COVID-19.

“Estamos atentos às denúncias de irregularidades no cumprimento de normas de saúde e segurança do trabalho, especialmente o não fornecimento de equipamentos de proteção individual aos profissionais de saúde”, destacou o MPT, que passou a integrar o Gabinete de Crise da Situação de Emergência(GCSE) para combate ao coronavírus COVID-19, no Estado de Alagoas.

A instituição também recomendou que, antes de realizar qualquer denúncia, as categorias busquem resolver o problema por meio administrativo, diretamente coma a autoridade responsável, e verifiquem se a irregularidade é de fato atual.

Estão em contato com o Ministério Público do Trabalho o Sindicato dos Médicos de Alagoas (SINMED), Sindicato dos Odontologistas no Estado de Alagoas (SOEAL), Sindicato dos Enfermeiros do Estado de Alagoas (Seese) e Sindicato dos Auxiliares e Tecnicos de Enfermagem de Alagoas (Sateal).

Como denunciar

Com a suspensão do atendimento presencial, o MPT disponibiliza três canais de comunicação para sociedade oficializar denúncias. O primeiro deles são os telefones (82) 2123-7900 (Maceió) e (82) 3482-2900, de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h. Os outros dois canais são o site institucional (prt19.mpt.mp.br/servicos/denuncias) e o aplicativo MPT Pardal, disponível para sistemas operacioanis Android e iOS. 

Imprimir